Início | Artigos | Galeria de fotos |Quem Somos | Contato   
tuv

"Gostaria de parabenizar pelo treinamento que tive no ISQI com o professor Manuel, em março de 2011. Treinei para as normas ASME B31.4 e API 650 e passei nas duas, apesar do pouco tempo para estudar.Vi também que muitos colegas que estavam na sala treinando comigo, tiveram o mesmo êxito o que aumenta ainda mais minha confiança em você.

(Rodrigo Javier - IS4251N2)


VÁLVULAS DE SEGURANÇA E ALÍVIO

Um volume de água vaporizado na pressão atmosférica ocupa um espaço 1725 maior que aquele ocupado ainda na fase líquida. Por exemplo, 1 litro de água vaporizado numa pressão de 1 atm (1,013 bar), ocupará um volume equivalente a 1,725 m³ na fase vapor. Num espaço confinado, tal como uma caldeira ou um vaso de pressão, um aumento no volume do líquido causado pelo aumento da temperatura provoca, simultaneamente, um aumento na pressão, ou seja, na energia interna do fluido dentro do equipamento sendo protegido pela válvula de segurança. Desta forma, a função da válvula de segurança é limitar o aumento daquela energia interna a partir de um determinado limite. Esse limite nas válvulas de segurança e/ou alívio é o que chamamos de pressão de alívio.

Toda a segurança de um processo industrial ocorrerá a partir do momento em que houver um equilíbrio entre a pressão e vazão geradas pelo processo, com a pressão de alívio e capacidade de vazão efetiva pela válvula de segurança e/ou alívio.

Assim, a proteção de todo um processo industrial, incluindo, principalmente, a proteção de vidas e de todo um capital investido, é a principal preocupação do pessoal responsável pelas válvulas de segurança, sendo esta proteção conseguida através de uma válvula corretamente especificada, dimensionada, instalada, inspecionada e mantida.

 

 


CONTROLE DE QUALIDADE EM SOLDAGEM

A fiscalização (técnicos, inspetores, supervisores, encarregados, engenheiros) empregada em serviços de soldagem, assim como os soldadores, deverão formar um time objetivando a produção e obtenção de soldas sem defeitos.

Toda a equipe deverá estar treinada e ser atuante para que seja atingida a qualidade requerida para as juntas soldadas.

O objetivo final é a segurança na operação das instalações industriais. Soldas e materiais de base com defeitos colocarão em risco os equipamentos em serviço, as pessoas e o meio ambiente.

Os custos (investimentos) com prevenção são sempre menores que os custos decorrentes de falhas em serviço.

 

 


INSPEÇÃO EM VASOS DE PRESSÃO

Vasos de pressão são equipamentos críticos existentes em indústrias químicas, petroquimicas, siderúrgicas, agroindústrias, etc. Uma inspeção planejada e cuidadosa deverá ser feita somente por profissionais capacitados.

 

 


NR-13 - PROFISSIONAL HABILITADO (PH) - CURSOS PARA CAPACITAÇÃO

Muitos técnicos e engenheiros têm nos solicitado esclarecimentos a respeito das suas competências para se tornarem um PH; aqui vai uma orientação:

Graduados em Engenharia Mecânica ou Naval, conforme resoluções do CONFEA, são enquadrados diretamente como PH conforme NR-13. Graduados em Engenharia Metalúrgica, de Materiais, Química e Civil, Tecnólogos Mecânicos (modalidade Soldagem), têm que solicitar reconhecimento ao seu CR local. Por outro lado, técnicos de 2o. grau (químicos, metalúrgicos, mecânicos) não podem atuar como PH; suas competências para inspeções e os resultados de suas inspeções deverão estar subordinados a um PH.

A capacitação específica, em "inspeção em vasos de pressão", "inspeção em caldeiras", não é obrigatória mas necessária pois cursos de graduação não tem em sua grade curricular temas como "causas de deterioração", "técnicas de inspeção", dentre outros. É uma especialização que gera empregabilidade a engenheiros, tecnólogos, técnicos e inspetores de soldagem (com a graduação citada acima).

 

 


QUALIFICAÇÕES EM SOLDAGEM

Os processos de soldagem são processos especiais de fabricação pois envolvem muito conhecimento técnico e experiência. Um bom resultado das operações de soldagem dará garantia à segurança operacional de equipamentos, tubulações e estruturas metálicas.

A forma de execução (procedimentos de soldagem) e soldadores deverão estar qualificados e certificados; assim, poderão ser empregados em soldas de produção e em reparos ou reformas de equipamentos.

No Brasil, em plantas industriais, é empregada a norma ASME SEC. IX que contém as regras básicas que devem ser atendidas quando o objetivo for a qualificação de procedimentos de soldagem e soldadores.

 

 

   Páginas: Nossos Cursos | Programação | Localização | Suporte
   Sobre a empresa: Quem somos | Contato

   Av. Pedro Lessa, 1901, salas 21 e 22, Edifício Barroso, Embaré
   Santos – SP - CEP 11.025-003
   Tel. (13) 3877-7330 - Cel. (12) 99713-2092

   ISQI - Instituto Santista de Qualidade Industrial - Todos os direitos reservados

tuv